Notícias

ANÁLISE: Sem política industrial, carros elétricos serão privilégios de “ricos”

ANÁLISE: Sem política industrial, carros elétricos serão privilégios de “ricos”

Engana-se quem acredita que o Brasil ficará fora do mercado de veículos elétricos (EVs). Ainda que seja pela porta dos fundos, por falta de uma política industrial que vislumbre as vantagens de participar deste mercado como exportador, o Brasil já está colocando um pezinho no segmento de carros mais ecológicos.

Nos próximos 24 meses ou 36 meses, haverá uma avalanche de carros eletrificados no mercado brasileiro. Inicialmente com os híbridos. A partir disso, com veículos 100% elétricos. Mas, neste primeiro momento, serão os carros importados e de luxo que dominarão as vendas neste segmento.

Segundo o site BloombergNEF, já a partir de 2023, o custo por kWh das baterias será de US$ 101, tornando a produção de carros elétricos mais vantajosa do ponto de vista econômico em relação à fabricação de carros convencionais. Para ganhar dinheiro será necessário estar nesse jogo.

Para os fabricantes instalados no Brasil, será difícil ganhar dinheiro sem grandes volumes. Por isso, muitos estão se mexendo. Não será surpresa se a Ford encontrar seguidores em sua decisão de não fabricar no país.

Há cinco tipos de veículos eletrificados:

1) híbridos leves, no qual uma bateria extra auxilia o motor a combustão e melhora a economia de combustível;

2) híbridos com um motor a combustão e um motor elétrico (ou mais) em que o próprio carro decide qual motor usar em cada momento, carregando automaticamente a bateria;

3) híbridos plug-in, que podem ser carregados na tomada de energia de casa ou em postos de recarga, permitindo rodar em modo 100% elétrico;

4) totalmente elétrico, normalmente com dois ou três motores;

5) carros a hidrogênio, também chamados de veículos com célula de combustível.

No Brasil, já temos os quatro primeiros tipos rodando, mas os híbridos leves nem sequer entram nas estatísticas da eletrificação. Em 2020, o Brasil registrou 775 carros 100% elétricos vendidos. Foram apenas 19 modelos de 10 marcas. Com exceção do Renault Kangoo, do JAC iEV40 e do JAC  iEV60, todos os outros modelos são exclusivamente elétricos, ou seja, não possuem nenhuma versão híbrida ou convencional. A Audi já domina este mercado com o modelo E-tron.

No caso dos carros híbridos, o volume de vendas em 2020 foi bem maior: 17.987. Foram 31 modelos de 12 marcas e aqui já temos uma radiografia do que virá a seguir. Nada menos de 70% das vendas referem-se a veículos exclusivamente híbridos, ou seja, que não têm versões 100% elétricas ou convencionais. Veja o ranking.

Mas isso vai mudar rapidamente. Na Europa, nos Estados Unidos, no Japão e na China, a produção de carros elétricos aumenta com velocidade. Modelos que hoje são oferecidos somente com motor a combustão ou na configuração híbrida, também terão versões 100% elétricas. Três exemplos: Mini Cooper (que chega ainda neste semestre ao Brasil), Fiat 500 (idem) e Volkswagen Golf (importação a confirmar).

No segmento de luxo, não haverá mais automóveis convencionais em pouquíssimo tempo. A exceção ficará por conta de carros esportivos de alta performance, como Porsche 911, Ford Mustang e Chevrolet Camaro.

Os consumidores de veículos importados criarão a base deste mercado no Brasil. Pagando um alto custo, é verdade, porque o país não oferece incentivo para a venda de veículos elétricos. “Em três anos, no máximo, o mercado de carros de luxo no Brasil estará totalmente dominado por híbridos e elétricos”, diz Cássio Pagliarini, consultor associado da Bright Consulting. “Os carros já têm preço exorbitante, então fica mais fácil administrar o custo incremental.”

Diante desse panorama, marcas como BMW/Mini, Volvo e Audi/Porsche/Volkswagen estão criando suas próprias redes de recarga. No total, o Brasil conta com cerca de 350 pontos de recarga.

O trio Audi/Porsche/Volkswagen investe R$ 10 milhões numa rede de 200 postos de recarga que cobrirá, até 2022, uma área equivalente a 70% da Alemanha, cobrindo parte dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina.

Em quantidade de pontos, evidentemente, será menor (na Alemanha há 28 mil estações), mas permitirá que donos de carros 100% elétricos façam algumas viagens interestaduais.

As duas tabelas acima também mostram que apenas três marcas atuam nos segmentos de carros 100% elétricos e de carros híbridos: Audi, Mercedes e Porsche. A BMW em breve se somará a elas. Isso significa que algumas não pretendem fazer um “estágio” no segmento de híbridos.

É o caso, por exemplo, da Renault, da Nissan e da Chevrolet. Elas podem, claro, terem carros híbridos em algum momento, mas o foco é total nos EVs. Outras, como a Toyota, apostam no mercado de híbridos. “Vai existir um mercado de híbrido ou elétrico na faixa de R$ 150 mil, no rastro do RAV4 e Corolla híbrido, porém o volume será restrito pelo poder de compra do brasileiro”, afirma Pagliarini.

Em janeiro, a GM anunciou nos EUA que até 2035 só produzirá carros elétricos nos principais mercados

Em janeiro, a GM anunciou nos EUA que até 2035 só produzirá carros elétricos nos principais mercados. O Brasil não está entre eles. Na semana passada, a consultoria Focus2Move divulgou o ranking mundial de vendas globais e o que mais chamou atenção foi o crescimento espetacular da Tesla: 46,8%, com 533,8 mil carros vendidos.

Todos os carros da Tesla são 100% elétricos, estratégia que foi adotada desde a criação da empresa e que fez a marca de Elon Musk se tornar a fabricante de automóveis mais valiosa do mundo, avaliada em US$ 806 bilhões, quase quatro vezes mais do que a japonesa Toyota.

O novo Tesla Model S tem mais de 1.000 cavalos de potência e é capaz de rodar 830 km com apenas uma carga de bateria. Daqui a dois ou três anos, quando o custo da bateria baixar de US$ 100/kWh, os carros elétricos passarão a ter o mesmo preço do que os carros com motor a combustão interna.

O Brasil não tem um mercado interno capaz de absorver toda sua capacidade de produção. Por isso, precisará exportar. Em algum momento o País terá que decidir se quer uma indústria automobilística que exporte carros para o mundo inteiro ou apenas para aqueles que permanecerão no século 20.

 

Compartilhe com os amigos


Mais na seção Notícias

Netflix divulga trailer oficial da série mística "Os Irregulares" sobre Sherlock Holmes e seus assistentes sem-teto
Notícias

Netflix divulga trailer oficial da série mística "Os Irregulares" sobre Sherlock Holmes e seus assistentes sem-teto

Estreia em 26 de março de 2021

Honda planeja vender dois SUVs elétricos nos EUA no ano modelo 2024
Notícias

Honda planeja vender dois SUVs elétricos nos EUA no ano modelo 2024

Um dos veículos será uma marca Honda, o outro, um Acura, diz a empresa

Horário de Verão no Brasil 2021
Notícias

Horário de Verão no Brasil 2021

Teoricamente, no dia 1 de novembro de 2020 começaria o horário de verão 2020-2021, data em que os relógios deveriam ser adiantados em 1 hora, ajustando-se à meia-noite para 1 hora da manhã.

Os serviços de streaming de música pagaram US$ 424 milhões em taxas de licenciamento. Apple foi o mais deduzido
Notícias

Os serviços de streaming de música pagaram US$ 424 milhões em taxas de licenciamento. Apple foi o mais deduzido

O Mechanical Licensing Collective (MLC) disse que recebeu US$ 424.384.787 em taxas de licenciamento de serviços de streaming de música, incluindo Apple Music, Spotify, Amazon Music e YouTube Music. A Apple pagou mais - US$ 163.338.890.

"Branco, preto, cinza": BASF é nomeada as cores de carros mais populares para diferentes regiões do mundo
Notícias

"Branco, preto, cinza": BASF é nomeada as cores de carros mais populares para diferentes regiões do mundo

Agora, informações semelhantes são compartilhadas pelas maiores regiões do mundo pela BASF, que realizou um estu...

Mercedes lembra mais de 1 milhão de carros por erro de software: passou dados incorretos para serviços de resgate sobre o local do acidente de carro
Notícias

Mercedes lembra mais de 1 milhão de carros por erro de software: passou dados incorretos para serviços de resgate sobre o local do acidente de carro

A Mercedes-Benz USA lembra 1,29 milhão de veículos devido a uma falha no software eCall. O erro do software significa que o eCall pode não dar aos serviços de emergência a localização exata do veículo após o acidente.

A Tesla investiu US$ 1,5 bilhão em bitcoin e planeja aceitar o pagamento em criptomoedas - depois disso, sua taxa saltou para quase 45.000 dólares
Notícias

A Tesla investiu US$ 1,5 bilhão em bitcoin e planeja aceitar o pagamento em criptomoedas - depois disso, sua taxa saltou para quase 45.000 dólares

A Tesla começou esta semana com um anúncio de alto perfil - a maior montadora de carros elétricos do mundo atualizou su...

Firefly Aerospace recebe contrato da NASA por US$ 93,3 milhões para fornecer equipamento científico para programa lunar Artemis
Notícias

Firefly Aerospace recebe contrato da NASA por US$ 93,3 milhões para fornecer equipamento científico para programa lunar Artemis

A NASA escolheu uma empresa aeroespacial privada Firefly Aerospace com o proprietário do ucraniano e um escritório em Dnipro para entregar à Lua um conjunto de 10 instrumentos científicos e de demonstração.

Vulnerabilidade em "cinturão de fidelidade" eletrônico custou à vítima $1000 ou mais de um mês de abstinência
Notícias

Vulnerabilidade em "cinturão de fidelidade" eletrônico custou à vítima $1000 ou mais de um mês de abstinência

No ano passado, dissemos que nos "cinturões de lealdade" eletrônicos para homens, ziui descobriu uma vulnerabilidade que permit...

A nova série mais interessante fevereiro 2021
Notícias

A nova série mais interessante fevereiro 2021

Bartown, Karis, crim sc'ne: aqueles que desaparecem no chechil h'tel, firefly lane, ginni, georgi, superman, lois, aqueles investimentos, tribos de uropa, rochas jovens, seriados, seriados 2021, filme


Cara e Coragem/ Leonardo (Ícaro Silva)
Televisão

Após polêmica com Tiago Leifert, Ícaro Silva estreia em Cara e Coragem

*****Foto-silvio-santos-dono-do-sbt (14)
Televisão

Silvio Santos se afasta do SBT novamente. Emissora se pronuncia

MasterChef Especial de Ano Novo
Televisão

Band quase perdeu MasterChef antes desta nova temporada: entenda

Tibério
Televisão

Pantanal: Tibério salva Muda, leva facada e fica à beira da morte

Paulo André chorando
Televisão

Paulo André revela que é sua nova crush. Spoiler: não é a Jade

Heloisa, Além da Ilusão
Televisão

Além da Ilusão: Heloísa supera trauma e se entrega a Leônidas

davi-joaquim
Televisão

Além da Ilusão: Davi salva Joaquim de ser morto e mente para Nelsinho

lais-gustavo-arthur-aguiar-noivado-jantar_widelg
Televisão

Laís e Gustavo rejeitam presença de Arthur em jantar de noivado

Em Pantanal, Guta (Julia Dalavia) lê livro fictício presente em As Five, série derivada de Malhação
Televisão

Multiverso? Em Pantanal, Guta lê livro de personagem de Malhação

Camila Miguel e Fátima Bernardes
Televisão

Fátima lembra encontro com Rafael Miguel após prisão de Cupertino

A-Dona-do-Pedaco-Maria-Juliana-Paes-3-Reproducao-TV-Globo4
Televisão

Verdadeira Dona do Pedaço processa Globo e pede indenização milionária

Linguiça Calabresa
Receita

Confira 6 receitas fáceis com linguiça calabresa para fazer ainda hoje

Caldo verde cremoso
Receita

Esfriou? 5 receitas de caldo quente prontas em até 30 minutos

Receita de cacio e pepe
Receita

Paola Carosella ensina a fazer macarrão cacio e pepe; veja a receita

Andreia e Matheus no Power Couple
Televisão

Power Couple: Andreia parte para cima de Matheus e gera briga coletiva

Juliette
Televisão

Rafa Kalimann defende Juliette após ataque de Samantha Schmütz

Repórter Marcelo Moreira, da Band, bate boca com Paulo Cupertino no Brasil Urgente
Televisão

Repórter de Datena bate boca com Paulo Cupertino: “Por que você ri?”

Plateia Domingão
Televisão

Globo libera plateia sem máscara no Encontro e Domingão após dois anos

José Luiz Datena aparece de óculos escuros e impressiona Catia Fonseca
Televisão

José Luiz Datena aparece de óculos escuros e impressiona Catia Fonseca

Xica da Silva
Televisão

Novela Xica da Silva deve ganhar remake na Globo em 2025